03/12/2013

Ondjaki visita EB2,3 José Carlos da Maia

No passado dia 25 de novembro, Ondjaki, visitou as escolas EB2,3 Prof. Paula Nogueira e EB2,3 José Carlos da Maia.

Foram duas sessões muito animadas, cheias de histórias e boa disposição que encheram os auditórios das escolas!

A todos os participantes, a equipa da BE agradece a colaboração, empenho e dedicação!
O nosso obrigado à Autarquia que organizou o almoço com o escritor.

Turmas presentes
EB2,3 Prof. Paula Nogueira: 8ºD; 6ºB; 6ºD
EB2,3 José Carlos da Maia: 8ºA; 9ºA; 7ºC

12/11/2013

Ondjaki - Prémio José Saramago, visita Agrupamento Paula Nogueira

DR
 
O escritor angolano, vencedor do Prêmio José Saramago 2013 com o romance Os Transparentes (Companhia das Letras), estará no próximo dia 25 de novembro nas escolas EB2,3 Prof. Paula Nogueira e EB2,3 José Carlos da Maia, para dar a conhecer as suas diversas obras ao público juvenil.
Segundo Elsa Parreira, Diretora do Agrupamento Prof. Paula Nogueira, “esta é mais uma das muitas iniciativas que este Agrupamento realiza no sentido de criar e promover a competência leitora e dos hábitos de leitura junto dos alunos. Deve-se a um investimento continuado e efetivo na área da leitura, que temos levado a efeito ao longo dos últimos anos”.
O escritor e poeta africano Ndalu de Almeida, popularmente conhecido como Ondjaki, nasceu na cidade de Luanda, em 1977 e está  radicado no Rio de Janeiro. A sua trajetória artística passa também pela atuação teatral e pela pintura. Estudou em Luanda e terminou o curso de Sociologia em Lisboa. Em 2010 fez douturamento em Itália, em Estudos Africamos. Estudou também em Nova Iorque e filmou com Kiluanje Liberdade o documentário Oxalá cresçam pitangas - histórias da Luanda. Em 2000, obteve o segundo lugar no concurso literário António Jacinto realizado em Angola, e publicou o primeiro livro, Actu Sanguíneu. Em 2007 foi galardoado com o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco pelo seu livro Os da Minha Rua. Recebeu, na Etiópia, o prémio Grinzane por melhor escritor africano de 2008.

16/10/2013

Dia Mundial da Alimentação


Apresentação da "II Antologia de Novos Autores de Olhão"


Realizou-se hoje a 1ª sessão da apresentação da "II Antologia de Novos Autores de Olhão" no auditório da EB2,3 José Carlos da Maia.
Realizada em parceria com a Casa da Juventude, contou com a presença de alguns elementos deste organismo assim como, com da escritora Nídia Palma.
Nesta sessão estiveram presentes as turmas dos 9ºA e 9ºB da EB2,3 José Carlos da Maia.

A todos, o nosso muito obrigada!

15/09/2013

Aniversário de Aquilino Ribeiro


Aquilino Ribeiro nasce a 13 de Setembro de 1885 em Carregal de Tabosa, concelho de Sernancelhe. Aos dez anos, vai residir com os pais para Soutosa, onde faz a instrução primária. Transita depois para Lamego e Viseu, onde chega a frequentar o seminário, abandonando-o por falta de vocação. Em 1906 muda-se para Lisboa e, em pleno período de agitação republicana, começa a escrever os primeiros artigos em jornais. Em 1907, devido à explosão de uma bomba, é preso. Mas consegue evadir-se e, entre 1908 e 1914, divide a sua residência entre Paris e Berlim (ler mais) Saber mais

Regresso à escola!


A equipa da Biblioteca Escolar deseja a todos os professores, alunos, encarregados de educação e funcionários um excelente ano letivo 2013/2014!



21/03/2013

Dia Mundial da Poesia


Quando Vier a Primavera
Quando vier a Primavera,
Se eu já estiver morto,
As flores florirão da mesma maneira
E as árvores não serão menos verdes que na Primavera passada.
A realidade não precisa de mim.

Sinto uma alegria enorme
Ao pensar que a minha morte não tem importância nenhuma

Se soubesse que amanhã morria
E a Primavera era depois de amanhã,
Morreria contente, porque ela era depois de amanhã.
Se esse é o seu tempo, quando havia ela de vir senão no seu tempo?
Gosto que tudo seja real e que tudo esteja certo;
E gosto porque assim seria, mesmo que eu não gostasse.
Por isso, se morrer agora, morro contente,
Porque tudo é real e tudo está certo.

Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem.
Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele.
Não tenho preferências para quando já não puder ter preferências.
O que for, quando for, é que será o que é.

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"
Heterónimo de Fernando Pessoa


06/02/2013

Conheça melhor este projeto.

Semana da Internet Segura

10 Coisas que pode ensinar às crianças para melhorar a sua segurança na Web. A Internet pode ser um excelente sítio para as crianças aprenderem, estarem entretidas, conversarem com amigos, ou simplesmente para relaxarem e explorarem. Mas, tal como no mundo real, a World Wide Web pode ser perigosa para as crianças. Antes de autorizar os seus filhos a utilizar a Internet sem a sua supervisão, certifique-se de que estabelece um conjunto de regras com que todos concordem. Se não souber muito bem por onde começar, seguem-se algumas ideias para ensinar os seus filhos a utilizar a Internet em segurança. 1. Encoraje os seus filhos a partilhar as suas experiências de Internet consigo. Utilize a Internet juntamente com os seus filhos. 2. Ensine os seus filhos a confiar nos seus instintos. Se eles se sentirem nervosos devido a alguma coisa que se passa online, devem informá-lo disso. 3. Se os seus filhos visitarem salas de chat, utilizarem programas de mensagens instantâneas (IM), videojogos online, ou outras atividades na Internet que necessitem de um nome de utilizador para iniciar a sessão; ajude os seus filhos a escolher esse nome e certifique-se de que o mesmo não revela nenhuma informação pessoal sobre os seus filhos. 4. Deixe bem esclarecido que os seus filhos nunca deverão revelar o seu endereço, número de telefone, ou outras informações pessoais, tais como a escola que frequentam, ou os locais para onde gostam de ir brincar. 5. Ensine aos seus filhos que, na Internet, a diferença entre certo e errado é a mesma que no mundo real. 6. Ensine aos seus filhos como respeitar as outras pessoas online. Diga-lhes que as regras do bom comportamento não se alteram só pelo facto de estarem a comunicar através de um computador. 7. Insista com os seus filhos para que respeitem a propriedade das outras pessoas online. Explique-lhes que fazer cópias ilegais do trabalho de outras pessoas - música, videojogos e outros programas - é considerado roubo. 8. Diga aos seus filhos que nunca deverão encontrar-se pessoalmente com alguém que conheceram online. Explique-lhes que os amigos feitos online podem não ser quem dizem ser. 9. Ensine aos seus filhos que nem tudo o que leem ou veem online é verdade. Encoraje-os a esclarecerem as suas dúvidas consigo. 10. Controle a atividade online dos seus filhos com software avançado para a Internet. Os controlos para restrição de acesso podem ajudá-lo a filtrar conteúdos inadequados, monitorizar os sites que os seus filhos visitam e descobrir o que fazem nesses sites. Para mais informação consulte: http://www.seguranet.pt/